Desafio Aquático Indoor

Aconteceu no dia 01 de agosto de 2015, em Fortaleza-Ceará, um evento inédito no Brasil, o Desafio Aquático Indoor. A competição aconteceu numa piscina de dimensões olímpicas, 50m, no clube Náutico Atlético Cearense e reuniu provas de duas modalidades que são praticadas em mares, rios e lagos: o Stand Up Paddle, onde teve sua primeira competição oficial realizada numa piscina no Brasil, e a modalidade olímpica, praticada pelos nadadores, Maratonas Aquáticas, essa inédita no estado do Ceará.
Esses tipos de disputas são comuns na Europa e nos Estados Unidos, onde acontece tradicionalmente durante o inverno. Agora, chega ao Brasil por meio das assessorias esportivas Clube Águas Abertas e Nadare Natação, mostrando a versatilidade das modalidades.

Prova: Travessia Indoor
A prova destinada aos nadadores teria as características de uma prova de Maratonas Aquáticas, onde os nadadores tinham de completar voltas em torno de um percurso demarcado por quatro boias nas quatro extremidades da piscina sem raias, o trajeto era feito sempre contornando as boias com o ombro esquerdo, até concluir a distância em cada uma das 10 categorias, finalizando com o toque na borda da piscina.

O público que acompanhou as disputas está acostumado a ver provas nas piscinas da forma convencional, com nadadores separados por raias e nadando cada um em seu local. Mas esse formato da Travessia Indoor deixou a piscina muito exótica e a prova foi pra lá de interessante. O movimento frenético dos atletas, bem como a dinâmica da prova, criavam marolas, causando nos atletas a sensação de estarem nadando no mar. “Se não fosse a água doce e os azulejos eu juraria que estava nadando no mar”, comentou a nadadora do BNB Clube, Larissa Plutarco.
Após a realização de todas as baterias entre as categorias e suas respectivas premiações, foram classificados os 20 melhores tempos entre as categorias Infantil e Master (60+), 10 no masculino e 10 no feminino para as disputas das duas baterias chamadas de Super Final.

Essas disputas tiveram uma distância maior. Foram 10 voltas para os homens e 8 voltas para as mulheres, exigindo resistência, velocidade e muita estratégia dos atletas.
Confira abaixo o resultado da Super Final:

Masculino (Prova com percurso de 10 voltas)
1º Lugar Frederico Chagas 15m51s (Náutico Atlético Cearense)
2º Lugar Washigton Nogueira 15m59s (Náutico Atlético Cearense)
3º Lugar Ryedsson Medeiros 15m60s (Náutico Atlético Cearense)
4º Lugar Kal Aragão 16m28s (Ideal Clube)

Feminino (Prova com percurso de 8 voltas)
1º Lugar Victória Parente 13m48s (Academia Hedla Lopes/Colégio Antares)
2º Lugar Sabrina Araújo 14m11s (Náutico Atlético Cearense)
3º Lugar Rafaela Matos 15m01s (Ideal Clube)
4º Léa Fonseca 16m10s (Ideal Clube)

Todos os resultados das duas modalidades você encontra no hotsite do evento
http://www.clubeaguasabertas.com.br/desafioindoor/

Prova: SUP Indoor
A prova de SUP Indoor teve disputas nas categorias Open, Máster, Super Máster, e ainda, para os mais novos, tiveram a Little, Grommet e Young, ambas para os sexos masculino e feminino. A competição foi disputada em baterias eletrizantes de homem x homem, tendo uma fase de repescagem até chegar à grande final. A organização do evento disponibilizou duas pranchas iguais para as disputas. Os atletas foram balizados através do ranking cearense de 2014, os novatos e atletas de outros estados entraram no balizamento através de sorteio. Cada supista precisou remar 100m em cada bateria, em um circuito de ida e volta orientado por boias. Após o contorno da segunda boia o circuito era finalizando com uma pequena reta de 20m até cruzar a linha de chegada.

Na principal categoria do evento, a Open masculino, a vitória foi do gaucho Alberto Albernaz, que venceu por uma diferença de 1 segundo. Albernaz não teve uma largada tão bem sucedida e Mutante conseguiu disparar na reta, sendo que após o primeiro contorno de boia, feito obrigatoriamente pelo lado esquerdo, a pequena distância foi diminuindo, e os dois em um ritmo frenético, chegaram praticamente juntos para o segundo contorno de boia, dessa vez pelo lado direito. Faltando apenas os 20m finais até a linha de chegada, e por apenas 1 segundo de diferença, Alberto Albernaz cruzou em primeiro lugar cravando 00m54s contra 00m55s de Gegê Mutante.

Na categoria Open feminino, a vitória foi da favorita Carol Barcellos, conhecida como Carol Guerreira. Ela largou bem e imprimiu um ritmo forte até o final, fazendo 1m03s contra 1m12s da segunda colocada, Regina Ferreira.

Na Máster masculino, o duelo foi entre o experiente Laércio Clayton e Alberto Almeida, e quem cruzou a linha de chegada em primeiro, fazendo uma prova forte, foi o Clayton, que marcou 56s contra 1m00s de Alberto. E na Máster feminino a vitória foi de Helena Rodrigues cravado 1m15s tendo como segunda colocada Mara Maricato que fez 1m28s.

Os vencedores das principais categorias do SUP Indoor foram:
Open Masculino – Matheus Albanez com 00’54” (Get Sup – Rio Grande do Sul)
Máster Masculino – Laércio Clayton com 00’56” (Clube Águas Abertas – Ceará)
Open Feminino – Ana Carolina Barcellos com 1’03” (Clube Águas Abertas – Ceará)
Máster Feminino – Helena Rodrigues com 1’15” (Clube Águas Abertas – Ceará).

Todos os resultados das duas modalidades você encontra no hotsite do evento
http://www.clubeaguasabertas.com.br/desafioindoor/