<< Natação em Águas Abertas

História no Brasil

Maratonas Aquáticas no Brasil
Primeiras provas de natação no Brasil foram realizadas em águas abertas:

1896: A Natação foi introduzida no Clube de Regatas Flamengo antes mesmo da inauguração do departamento, que só aconteceu em 1921. Mas bem antes disso, os nadadores Augusto Lopes, Antônio José Costa Ferreira e Bernardo Pinto Carneiro nadaram 1 hora e 37 minutos, no trajeto Praia do Flamengo – Forte São João, na Urca.

1898: 1º Campeonato Brasileiro, ganhando assim status de esporte, promovido pelo Clube de Natação e Regatas com percurso de 1.500 m, entre a Fortaleza de Villegaignon e a praia de Santa Luiza no Rio de Janeiro, vencida por Abrão Saliture com o nado livre.

1913: O campeonato brasileiro passou a ser promovido pela Federação Brasileira das Sociedades do Remo, em Botafogo. Além dos 1.500 m nado livre, também foram disputadas provas de 100m para estreantes, 600m para sêniors e 200m para júniors.

1955: Nasce a Prova Baía de Todos os Santos, que hoje em dia é chamada de Travessia Mar Grande/Salvador.

1958: Em 10 de agosto, o nadador paulista Abílio Couto de 34 anos projetou a natação de Longa Distância Brasileira no cenário mundial, sendo o primeiro brasileiro e sul americano a atravessar o Canal da Mancha (de Calais-França até Dover-Inglatera) com o tempo de 12h45min, se tornando com isso um dos desportistas mais conhecidos do Brasil no Mundo.

1959:
– Abílio Couto no dia 11 de setembro bate o recorde mundial no sentido Inglaterra-França com o tempo de 12h49min40s.
– 14 dias depois (25 de setembro), Abílio Couto caiu no mar mais uma vez, só que agora no sentido França-Inglaterra, terminando a prova com o tempo de 11h33mi
Os recordistas masculino e feminino em termos de tempo são ambos americanos: Chad Hundeby (7h17min, em 1994) e Penny Lee Dean (7h40min, em 1978).

Você sabia que Abílio Couto é o “Pai” das Águas Abertas?
Sem qualquer margem de dúvida, o nadador Abílio Couto além de ser o primeiro brasileiro a se consagrar com uma travessia de longa distância. Somando todos os campeonatos mundiais que Abílio participou, o primeiro foi em 1961, ele foi Tetra-Campeão mundial entre os profissionais e 8 vezes campeão mundial pelos amadores, todos campeonatos oficiais da ILDSF. Como dirigente Abílio montou a primeira diretoria paulista de Águas Abertas e o primeiro Campeonato Paulista de Águas Abertas; montou o primeiro departamento de Águas Abertas na então CBN (Confederação Brasileira de Natação) onde organizou o primeiro Campeonato Brasileiro de Águas Abertas.

Criou também a prova mais importante das Águas Abertas no país, a travessia Ilhabela-Caraguatatuba, onde foi o juiz da prova, atualmente a FINA reconhece a prova como sendo internacional. Criou o primeiro código nacional de Águas Abertas do Brasil.
Dentre os vários prêmios e condecorações nacionais e internacionais que Abílio recebeu destacamos:
– Título de “Pai”das águas abertas no Brasil;
– Cruz do Mérito Desportivo, cedida pelo Governo Brasileiro, condecoração mais importante do desporto brasileiro;
– Entrou para o Hall da Fama no International Marathon Hall of Fame;
– Título de Frei-Cavaleiro da Lendária Ordem dos Templários (Cruzadas Européias)
O mérito de Abílio é muito maior, quando consideramos que foi ele praticamente, que instituiu a natação de longa distância em nosso país.

1970: Surge a Travessia 14 Bis 24km, nas (nem sempre) calmas águas do Canal de Bertioga – o canal que separa a Ilha de Santo Amaro (Guarujá) do continente, organizada pelo Comando da Aeronáutica do Núcleo da Base Aérea de Santos.

1979: A paraibana Kay France, com apenas 16 anos entra para a história também, sendo a primeira mulher latino-americana a atravessar o Canal da Mancha em agosto do referido ano, fazendo o percurso em 11h36min.

1997: O também paulista Igor de Souza conseguiu uma façanha incomum: atravessou o Canal da Mancha em ida e volta.

2001: Nasce a Travessia dos Fortes-RJ, criada pela CBDA e o Exército Brasileiro.

2006:
– Poliana Okimoto fica com o vice-campeonato do Circuito da FINA, Marathon Swimming World Cup 10km.
– Luiz Lima sagra-se pentacampeão da Travessia dos Fortes-RJ.

2007:
– Poliana Okimoto vence pela primeira vez uma etapa do Circuito Mundial da FINA (Marathon Swimming World Cup 10km), em Shantou-China
– Estréia das MA em um XV Jogos Pan-Amenricanos-RJ.
– Poliana Okimoto (prata) e Allan do Carmo (bronze).

2008:
– MA estréia em Jogos Olimpícos, Pequim-China.
– Ana Marcela vence pela primeira vez uma etapa do Marathon Swimming World Cup 10km da FINA, em Setúbal-POR.
– O atleta Luiz Lima num projeto solo, chamado de Desafio Do Leme ao Pontal, nada 35km que separam a Praia do Pontal da Praia do Leme.

2009:
– Poliana Okimoto fica com o bronze nos 5km no Mundial de Esportes Aquáticos da FINA, com 56:59:6, Roma-Itália.
– Poliana Okimoto é a primeira brasileira a sagra-se campeã do Circuito da FINA, Marathon Swimming World Cup 10km.
– Nasce os eventos, Travessia Rei do Mar (para atletas amadores) e o Desafio Rei do Mar (para atletas profissionais), organizado pela Effect Sport, no Rio de Janeiro.

2010:
– Nasce o Circuito Rei e Rainha do Mar, com três etapas, organizado pela Effect Sport, no Rio de Janeiro.

2011: – Surge a primeira assessoria esportiva especializada apenas em Natação em Águas Abertas e Stand Up Paddle do Brasil, localizada em Fortaleza-Ceará, trata-se do Clube Águas Abertas. Tendo como Diretores, os professores de Educação Física Laércio Clayton Rodrigues “Clayton” e Rossman Cavalcante.


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/clubeaguasabertas/www/wp-includes/functions.php on line 3729

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/clubeaguasabertas/www/wp-includes/functions.php on line 3729